Telefone: (+351) 91 911 32 60 | Email: geral@consulmed.pt

FORMAÇÕES CONSULMED

CURSO DE MEDIAÇÃO FAMILIAR

O Curso de Mediação Familiar visa dotar os interessados de aptidões para mediar conflitos no âmbito da competência material do sistema público da mediação familiar.

Descarregue a brochura informativa

Destinatários

  • Todos os licenciados ou com grau académico superior.
  • Para outros casos contacte-nos.

Saídas profissionais

  • Integração nas listas públicas de mediação familiar (maiores de 25 anos)
  • Integração na lista de mediadores privados organizada pela Direcção-Geral de Política de Jutiça (Portaria 344/2013 de 27 de Novembro)
  • Exercício da mediação privada em escritórios especializados, em escritórios de advogados ou de outras profissões jurídicas.

Calendário

  • Março – 15, 16, 22, 23
  • Abril – 5, 6, 12, 13, 19, 20, 26, 27
  • Maio – 10, 11, 17, 18, 24, 25
  • Junho – 7, 8, 14, 15, 21, 22
  • Julho – 5, 6, 12, 13
  • Setembro – 13, 14, 20, 21, 27, 28
  • Outubro – 11, 12, 18, 19, 25, 26
  • Sextas: das 18h00 às 23h00, com pausa para jantar
  • Sábados: das 9h00 às 13h00, com pausa para café

Plano curricular

  • A comunicação, o simbólico e o conflito
  • A negociação tradicional
  • A negociação cooperativa
  • A mediação e os princípios orientadores da mediação
  • Os aspectos éticos e deontológicos da mediação
  • O mediador e a sua postura, a função dos mediados
  • O papel dos advogados e dos representantes das entidades intervenientes, na mediação
  • A mediação preventiva – deteção e prevenção dos conflitos e a mediação resolutiva
  • Os modelos
  • As frases do processo de mediação e a sua prática
  • As técnicas em mediação
  • Psicologia e sociologia da família
  • Direito da família – exercício de parentalidade – violência doméstica e igualdade de género –
    participação dos filhos na mediação familiar
  • Direito dos menores – proteção tutelar educativa – tutelar cível
  • Legislação aplicável à mediação familiar
  • Os julgados de paz: o seu surgimento, a sua evolução e o seu funcionamento
  • Outros meios alternativos de resolução de conflitos – conciliação e arbitragem – Vantagens e desvantagens – O seu surgimento e volução em Portugal
  • O sistema judicial e a sua articulação com os meios RAL – Vantagens e desvantagens

Metodologia

Será utilizada uma metodologia expositiva com teorização, contrabalançada por metodologias ativas, que apelam à prática, ao desempenho e vivência de situações através da utilização de técnicas ativas, nomeadamente: troca de experiências, role playing, exercícios práticos e autodiagnósticos visando uma visão mais clara das capacidades dos formandos e suas competências, análise de estudos de caso e exploração de situações concretas das práticas profissionais dos participantes.

Todas as técnicas aplicadas visam a tomada de consciência por parte dos formandos da atuação em situação real, identificando os seus pontos fortes e estabelecendo objetivos de progresso ao nível da eficiência e eficácia profissional.

Corpo Docente

  • Dr. Carlos Carvalho Cardoso – Jurista, Mediador e Director Executivo do Centro de Arbitragem da Universidade Autónoma de Lisboa.
  • Dra. Carla Fidalgo de Matos – Advogada, Mediadora e Formadora.
  • Professora Doutora Susana Henriques – Professora Universitária na Universidade Aberta e Investigadora.
  • Dra. Célia Nóbrega Reis, Advogada, Mediadora e Formadora.
  • Dra. Helena Ferreira – Advogada, Mediadora e Formadora
  • Dra. Ilda João – Psicóloga, Mediadora e Formadora
  • Outros formadores convidados

Estágio incluído

O estágio é obrigatório e sem ele o curso não fica completo. Só com o estágio terminado é possível aceder à atividade de mediador de conflitos. Os cursos da Consulmed incluem neles o estágio, sem que o formando pague qualquer custo adicional. O estágio é efetuado com o recurso a “role play”, ou seja, a uma prática da atividade, através desta técnica de ensino.

Solicitar mais informações